20

Calculos Trabalhistas - Passo VIII - Como calcular Aviso Prévio


Previsto no art. 487 da CLT, trata-se de direito irrenunciável (Súmula 276/TST) e integra sempre o período contratual (art. 487, § 6o, CLT), inclusive para o pagamento da indenização adicional do art. 9º da Lei 6.708/79 (Súmula182/TST), somando-se ao período de garantia de emprego (Súmula 348/TST).
O cálculo do aviso-prévio é simples: com base na maior remuneração, atualizável. Recebe a incidência de horas extras (§ 5o, art. 487, CLT), adicionais noturnos, comissões e de verbas que componham a maior remuneração, refletindo sempre no FGTS (Súmula 305/TST).
Vejam-se as Súmulas/TST nº 14 (se a causa da rescisão for culpa recíproca, o empregado terá direito a 50% do valor do aviso-prévio), nº 230 (a redução da jornada não poderá ser substituída pelo número de horas correspondentes sob pena de nulidade), 380/TST (à contagem do aviso prévio aplicam-se as regras do art. 132 do Código Civil de 2002, excluindo-se o dia do começo e incluindo-se o dia do vencimento). São aplicáveis também as OJ´s/SBDI-I/TST n.º 82 (a baixa na CTPS deve corresponder à data do final do aviso, mesmo o indenizado), n.º 83 (a contagem da prescrição também leva em conta a data do final do aviso), n.º 84 (aviso proporcional depende de legislação regulamentadora).



Cabe registrar que o reajuste salarial coletivo ocorrido no decurso do aviso aproveita o empregado, mesmo que tenha recebido antecipadamente o salário referente ao período do aviso.
Exemplos de cálculo de aviso prévio:
Salário fixo
Empregado recebia salário de R$ 555,00 no mês da rescisão
Valor do aviso prévio = R$ 555,00

Salário + adicional de insalubridade, periculosidade ou gratificações
Empregado recebia salário de R$ 555,00 no mês da rescisão acrescido de 40,00 de adicional de insalubridade
Valor do aviso prévio = R$ 595,00 (R$ 555,00 + R$ 40,00)

Salário + parcelas variáveis (horas extras, adicional noturno, comissões)
Empregado com 01 ano ou mais de serviço: Apura-se a média das parcelas variáveis nos últimos doze meses trabalhados até a rescisão.

Empregado com menos de 01 ano de serviço:
Se o empregado contar com menos de 01 ano, apura-se a média dos meses trabalhados até a data da rescisão

Exemplo: Empregado admitido em 03/10/01 e demitido em 30/07/02, realizou as horas extras discriminadas abaixo:
Mês/ano No recebido de HE
Out-01      16
Nov-01     15
Dez-01      15
Jan-02       16
Fev-02      14
Mar-02     16
Abr-02      12
Mai-02      13
Jun-02       11
Jul-02       14,20

Numero de HE 142,20
Média das HE (142,20/10) 14,22
Salário fixo no mês da rescisão 400,00
Vr. Das HE a serem refletidas no Aviso prévio: (400,00/220 x 1,5) x 14,22  = 38,78
Vr. Aviso-prévio 438,78

Quando existem comissões a sistemática é a mesma, ou seja, primeiro apura-se qual o valor das comissões nos meses anteriores a demissão (empregado com mais de 01 ano = 12 meses, empregado com menos de um ano = periodo trabalhado). Em seguida é necessário que tais comissões sejam atualizadas (pode ser aplicado os fatores trabalhistas) obtendo primeiro uma soma e depois essa soma é dividida conforme critério acima (12 meses ou numero de meses trabalhados) obtendo a média. Essa média é somada ao valor fixo do salário obtendo-se assim o valor-base da remuneração.
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Quer aprender a elaborar cálculos trabalhistas rapidamente? Incluindo horas extras, com exemplos de casos práticos, CURSO COM CERTIFICADO AO FINAL. Preço promocional por tempo limitado!!! Acesse:



* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Observação relativa ao pedido de doação!
Nosso site pertence às atividades do Terceiro Setor, isso significa que nossas atividades não tem finalidade lucrativa. Foi idealizado para auxiliar pessoas, trabalho este que está sendo realizado desde 2008, gratuitamente, através das inúmeras postagens e milhares de  dúvidas e comentários respondidos.

Gostou do site? Essa matéria(ou qualquer outra do site) ajudou você de alguma forma?

Então ajude-nos a manter o site doando qualquer quantia através do botão "Doar com Pag Seguropresente no lado direito do site. Sua ajuda é muito importante para nós, pois através dela continuaremos a prestar assessoria gratuita a milhares de pessoas que atendemos diariamente.
Muito obrigada!!




Equipe Cálculos Trabalhistas




20 comentários:

Anônimo

Não entendi de onde veio esse 1,5 multiplicando 400 /220h

Clê

Ola:
Esse 1,5 é 50% correspondente ao valor da hora extra, ou seja 1(valor da hora) + 50%(adicional) = 1,5.

Abs

Clê

Érica

Boa Tarde Clê!
Me tira por favor uma dúvida:
O aviso prévio começa a conta à patir do dia do comunicado por escrito ou no dia seguinte?

Clê

Ola Erica,
conta a partir da comunicação.
abs

Anônimo

Clê
Estou trabalhando temporariamente desde 05/04 terminará contrado em 05/05/10 gostaria de saber o que tenho direito. Assinei hj o aviso previo quando receberei o valor? e me explique também sobre jornada de trabalho reduzida durante o aviso. Recebo 720, vale alim 120

Anônimo

O C. TST dita a forma de início da contagem do aviso prévio através da Orientação Jurisprudencial n.º 122 de sua SDI I, inserida em 20.04.98: "Aviso prévio. Início da contagem. Art. 125, Código Civil. Aplica-se a regra prevista no art. 125, do Código Civil, à contagem do prazo do aviso prévio". Isto quer dizer o seguinte: computa-se o prazo excluindo o dia do começo e incluindo o do vencimento.

A partir 11 de janeiro de 2003, com a entrada em vigor do Novo Código Civil (art. 2.044 da Lei n.º 10.406/02), essa forma de contagem passa a ser regulada pelo seu artigo 132.

O Ministério do Trabalho e Emprego, antes (IN 03/02, art. 18), entendia que o prazo deveria ter início no dia útil seguinte à notificação expressa, mas, agora, através da Instrução Normativa n.º 4, da Secretaria de Relações do Trabalho, de 29.11.02 (DOU 03.12.02), adaptou-se à forma de contagem preconizada pelo C. TST, deixando claro que o prazo terá início no dia seguinte (mesmo que dia não útil) à respectiva comunicação.

Clê

Olá:
O vale alimentação não entra no calculo.
Pelo que deu pra entender vc cumpriá o aviso. Então o prazo para Pagamento é 1 dia após o termino do aviso.Nesse periodo vc tem direito a sair 2 horas antes ou cumprir 21 dias direto, sem redução.
No final vc receberá:
Saldo salário (mês de setembro)= 720,00
saldo sal. outubro = 5 dias = 120,00
13o. sal.prop. 6/12 = 360,00
Férias 6/12 + 1/3 = 479,99
Além disso, guias para saque do FGTS acrescido da multa de 40% e guias para saque do seguro desemprego.
abs.

Clê

Obrigada ao anonimo pela colaboração.

monique

tenho 7 meses vc pode me dar uma base de calculo!obigada

Editora do Blog

Ola Monique,
você pode realizar o calculo completo no site:
www.calculoexato.com.br
Vá em rescisão trabalhista, informe os seus dados e o calculo será realizado.

att.

Anônimo

BOM DIA,
TENHO UM ANO QUE TRABALHO NO COMERCIO E SOU COMISSIONARIA, EM JANEIRO 2011 TIREI MINHAS FERIAS E ONTEM DIA 28/02 FUI AVISADA QUE CUMPRIRIA MEU AVISO PREVIO. COMO DEVO FAZER MEUS CALCULOS?

Clenilda Barroso

Olá:
O valor-base da remuneração para a rescisão deve ser a média dos ultimos 12 meses trabalhados. Para saber o valor correto vá em:
www.calculoexato.com.br clique em "rescisao trabalhista", informe os dados e o programa fará o calculo para você.
att.

Anônimo

Olá eu pedi demissão no dia 21/03/2011 e estou cumprindo o aviso prévio em horario integral, mais por motivo de uma outra proposta de trabalho vou trabalhar até o dia 04/04/2011. Eu gostaria de saber o que é que a empresa tem direito de me descontar por esses dias não cumpridos?

Clê Barroso

Olá:
De acordo com o TST:
"Precedente Normativo do TST nº 24: Dispensa do aviso prévio (positivo) O empregado despedido fica dispensado do cumprimento do aviso prévio quando comprovar a obtenção de novo emprego, desonerando a empresa do pagamento dos dias não trabalhados."
Assim a empresa não irá descontar mas também não irá remunerar os dias não trabalhados.

att.

Anônimo

Ola mais eu que pedi a demissão...conforme o comentário anterior de 30/03/2011 07:18

Clê Barroso

Nesse caso a empresa pode descontar os dias faltantes para completar o periodo do aviso, bem como pode dispensa-lo do cumprimento.

att.

Anônimo

Oi, me tire uma dúvida: existe diferença de cálculo qdo o aviso é indenizado ou trabalhado? por exemplo, se for trab leva-se em consideração somente o salário e se for indenizado o calculo é feito salário + médias?neste caso qual a base legal?

Cálculos Trabalhistas Grátis

Olá:
Na realidade não deveria existir diferenças. Veja, se indenizado, considera-se a média das variaveis. Mas se trabalhado tb deveria considerar a média dos salários variaveis. Normalmente quando se trabalha é pago o "saldo de salário" mais as verbas devidas (proporcionais ou integrais) nessas verbas devidas - 13o. salário, férias + 1/3, etc - tb deve ser considerado a média dos salários variaveis. A base legal para o aviso é o art. 477 da CLT e súmulas do TST.

att.

Anônimo

como faz um calculo de aviso trabalhado
o qual a pessoa trabalhou 12 meses, mas que ainda não chegou a 1 ano?quais são as formulas?!

Equipe

olá:
Não como calcular aviso prévio "proprocional" ao tempo trabalhado. Será sempre 30 dias (acredito que para isso não é necessário fórmula) independente do tempo trabalhado.
Veja o art. 477 da CLT.

Guia para Concursos Públicos

Guia para Concursos Públicos
A Hora É Agora: Diversos Editais Abertos

Comece Hoje mesmo e aprenda agora!!

Comece Hoje mesmo e aprenda agora!!
Curso totalmente On Line

Melhores Petições Trabalhistas!

Melhores Petições Trabalhistas!
Modelos Atualizados com o NOVO CPC

Aproveite a crise para lucrar!

Aproveite a crise para lucrar!
O segredo foi revelado: Imperdível!